quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sobre eu, a lua e as marés

"Todos nós já aprendemos que o movimento das marés está ligado à perturbação gravitacional da Lua e, em menor intensidade, à do Sol(...). A Lua perturba o campo gravitacional, e atrai os corpos em sua direção. Não só as águas dos mares e oceanos, todos os corpos são afetados por esta mudança. Como as águas têm uma maior liberdade de movimento, é nela que notamos de maneira mais clara esta variação (...)" (*)

"Instável como as marés, relacionada a este signo, que está sob a regência da Lua, o astro regente, Câncer se move de acordo com seu instinto de proteção, seu sentimento e suas emoções. Essa internalização é que corresponde ao tipo Câncer, que é sonhador, um pouco tímido, ligado no cuidado da prole, preocupado com o futuro, mas com um olho no passado, um signo de silêncio (grifo meu), de auto-proteção, pois a semente precisa estar cercada de cuidados para poder germinar na proteção do escuro, longe dos olhares e dos comentários." (**)

O que estou tentando dizer? A metáfora foi clara, mas como repete meu amigo Lemú "eu me repito": eu vou, mas eu volto. Posso demorar muito mais que as 12 horas de maré baixa, mas encho outra vez. Não prometo marés cheias, mas não espero uma maré tão baixa quanto a que passou. E me explico, ao me repetir: a maré não foi baixa de sentimentos, de estar down, ou hiperatarefada. Você há de convir que estaria mentindo, uma vez que sou regular no miolo de pote, em posts metidos a alto-astral. A maré abaixou aqui, no I&S, e as palavras teimavam em não vir. Mas aí tive uma idéia maluca de escrever um livro (que rapidamente foi esquecida, ora se não alimento nem meu próprio blog...), e pensei: "poxa, se quero intimidade com o escrever, porque não reativar um espaço que curto tanto?" 

E, tal como um hobbit, lá e de volta outra vez, cá estou... Por quanto tempo? Eu não sei. Se eu deixar de vir, voltarei de novo? eu não sei. À la Sócrates, eu só sei que nada sei. E que me deu vontade de escrever hoje, véspera de lua cheia. 

(*) Tirei o texto das marés daqui. Você pode ler mais, é uma lombra o lance de que a lua não gira em torno da terra...


(**) Não sou fã de zodíaco. Não concordo com horóscopos diários. Mas não deixo de notar que me identifico com muitas das características atribuídas a mim, pelo fato de ser canceriana. "No creo en brujas, pero que las hay, las hay" 

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Beeeemmmm vinnnnnnnnnndddddddddaaaaaaa! Bons ventos ou boas marés te trazem.

Danielle Martins disse...

Oba! oba! oba! Adorei sua volta!!!!