quarta-feira, 17 de junho de 2009

Um pouco de tudo é quase nada

Fala sério!

Um aposentado esteve ausente de casa por quatro dias durante o feriado prolongado de Corpus Christi e, na volta, encontrou sua casa arrombada, móveis revirados e um bilhete em cima da cama. "Vim para roubar mas não tem dinheiro até a merda do carro não pego (sic)", estava escrito na folha de caderno, em tinta vermelha e letra de forma. (leia mais no terra).
Clique na imagem para ampliá-la, você poderá apreciar o bilhetinho na sua completude...


_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_

Quero no grosso!

Mossoró é uma cidade junina. Desde maio, só se vêem bandeirinhas. Em cada poste, em cada árvore, um matutinho ou matutinha de decoração. Nos postes, balões coloridos. Na avenida que me leva pra casa, duas bancas que vendem de tudo:vestidos, chapéus, fogos de artifícios. A faixa é explícita: atendemos no grosso e no varejo! Ainda bem que não sou pechincheira, já imaginou a frase para ganhar desconto? "Quero no grosso, e quero à vista!"

_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_

S.O.S. Mossoró

Alguém impeça a Luciana de entrar na Siciliano!


2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Por favor alguém me impeça de entrar em qualquer lugar, as contas se avolumam (hehehe). Principalmente me impeçam de comprar no grosso...

Contra a Maré disse...

kkkkkkkkkkk sintoma claro de solidite aguda... Já tá com insônia? Sabe a programação da Globo da madrugada? Quando começar a assistir "mutantes" procure ajuda!