sexta-feira, 5 de junho de 2009

"E a senhora, o que vai querer?" "Ter razão, por favor"

Oito da noite numa avenida movimentada. Ela e o consorte já estão atrasados para jantar na casa de alguns amigos.
O endereço é novo, assim como o caminho, que ela conferiu no mapa antes de sair.
Ele dirige o carro. Ela o orienta e pede para que vire na próxima rua à esquerda. Ele tem certeza de que é à direita. Discutem. Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal humorados, ela deixa que ele decida.
Ele vira a direita e percebe que estava errado. Ainda com dificuldade, ele admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno.

Se fosse o seu casamento, o que aconteceria a seguir?

(A) Ela sorri e diz que não há problema algum em chegar alguns minutos mais tarde. Mas ele ainda quer saber: "Se você tinha tanta certeza de que eu estava tomando o caminho errado, deveria insistir um pouco mais". E ela diz: "Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos a beira de uma briga, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite". (autoria desconhecida)

(B) Ela sorri ironicamente e diz “bem que eu disse. Eu sempre tenho razão" .Ele fica emburrado o resto da noite, mas e daí? .Ela tem razão!

(C) Ela faz de conta que dormiu para não gargalhar histericamente de felicidade.

_________________________

"Ter razão, por favor"

Nem que seja como o diabinho do Kronk: 
"Olha só o que eu sei fazer"
"Mas o que isso tem a ver?..."
"Não, não, ele tem razão!"




_________________________

Uma mulher, bêbada após o seu chá de panela, repetia incessantemente: "eu estou tão feliz. Porque ele pensava que já tinha me visto bêbada, mas eu sempre dizia que não estava. E hoje eu estou bêbada. Então eu tenho razão. Pela primeira vez, EU tenho razão".

Foi hilário! Beijão, protagonista da minha história. Te amo!!!

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Mulheres do mundo: é melhor, bem melhor, ser feliz do que ter razão. Aquece a cama, garante cheiro no cangote e outros benefícios. A não ser que você seja um diabinho do Kronk (o que depõe contra sua inteligência) ou esteja bêbada (o que confirma que bom mesmo é estar feliz, nesse caso se está feliz e com razão - aí é o paraíso).

Contra a Maré disse...

Que conste nos autos que Homem nunca se perde... conhece novos lugares!!!
rsrsrs

Aline disse...

Por que ela foi deixar que ele decidisse???

Marília disse...

Bem! Não dá pra escolher uma opição.
No meu caso como era a 1ª vez q estavamos indo ele ia seguir as minhas orientações. Sera???

Pense numa pessoa feliz essa q inspirou sua história. Sera q agora ela continua tendo razão???

Acho q com uma declaração dessa ela tb deve lhe amar muito...

Bjos e te amo !!!